Carlos Opções

Nossa Marinha necessita ate botes do borracha, e, em breve nao teremos nem mais fragatas, corvetas, etc…Para mim a simples consideracao por se construir um Porta blindada Avioes deveria ser entendida como crime por lesa-patria. Ate parece qual existe 1 planejamento por tras da megalomania por certos, de forma a serivr interesses de que nao sao brasileiros.

Ou seja, por princípio, nossos pensadores estraté especialmentegicos e nossos planejadores navais precisariam definir ESTES prováveis adversários da MB em 2030 e, apenas a partir daí, estabelecer os recursos necessários em meios navais e afoireos e em privada para criar frente a tais adversários.

Seja qual for a métrica, o princípio básico é qual este planejamento é feito tendo como base os mais prováveis inimigos e o dimensionamento da força naval é definido pelo poder naval destes prováveis inimigos.

Ningufoim começa a fazer 1 bolo botando a cereja, portando o Brasil só poderá operar navios aeródromos em, no mínimo, 15 anos. Para tanto é necessário turbinar o ProSuper e não deixar este ProSub estagnar. A questão de que Teimavive pelo ar é: será de que algum dia investiremos no mínimo 02% do PIB em defesa?

Imagine quantos países – até mesmo o nosso – estariam firmemente engajados em vasos multi propósito se houvesse outra opçãeste por menor custo de aeronave por ataque !?

Me parece que certos dos leitores só leram a Parcela que dispõe sobre este “teto máximo do estudo”: Um navio CATOBAR de 45.000 toneladas. De modo a deixar claro, a MB Têm a possibilidade de decidir por um navio semelhante ao Juan Carlos I, ao Cavour, ao Vikrant, ou ao CDG. Ou seja, qualquer 1 destes.

Nesse caso, desprovido deter referências, não é estranho que haja planos e Ainda mais planos; planos, que em geral, não são executados a contento, como afinal, eles nãeste contêm uma diretriz orientadora firme e clara.

Peço de que dê uma olhada em matérias recentes Derivado do o HMS Ocean (não possui erro, é só ver ae possui foto do navio na chamada), ler as dezenas ou centenas por comentários que o assunto está debatido e redebatido à exaustãeste neles.

No ano passado do este PA russo fez uma comissãeste pelo mediterrâneo, se deslocando a partir de este mar de Barents até lá, e tenho certeza qual a MB ficou atenta a esta operação e pode perceber Lindas as limitações da operaçãeste stobar, natural tais como a carência do doutrina russa de que ficou patente desde a deficiência em realizar este reabastecimento em Inconveniente mar em movimento, a incapacidade por preservar 1 CAP e 1 pacote de ataque simultaneamente, a ausência do uma anv orgânica de Revo do AWACS, tendo como consequência trapalhadas e perdas de anvs por pane seca danos ao sistemas de parada do PA, e fora este que ainda nãeste foi vazado.

Em de que pese ser Muito mais limitado a operações aereas, é bem Ainda mais aderente as necessidades da Marinha Brasileira do de que um CTOL.

Reply Rennany Gomes 17 de fevereiro de 2018 at 12:56 Independente das opiniões A cerca de qual deve ser o rumo a ser tomado através minha e sua marinha, acho de que concordamos em duas coisas, de que todos queremos O MAIS EFICAZ pra minha e sua Petrobras Carlos Eduardo Veiga armada e de que maté especialmenterias como esta do renomado jornalista Roberto Lopes utilizando a brilhante colaboraçãeste do Luiz Monteiro tornam esta trilogia indispensável de modo a quem deseja conhecer, informa-se e palpitar porque nãeste, Derivado do a área do defesa.

Comandante, saiba como estamos falando do 2035 e olhe lá, talvez mesmo que este momento do “congelar” estas ideias, nãeste, qual nãeste seja recomendável começar a pensar na marinha do amanha usando 15 ou 20 anos antecedência , é o que a óptima regra manda, porém saiba como eu disse previamente, dada a situaçãeste, tanto da MB quanto do país, talvez seja mais prudente aguardar, até porque comandante, até lá muiiiiiiita agua vai atravessar por debaixo da ponte, muitas inovações e mudanças doutrinarias, táticas e estraté especialmentegicas surgirãeste.

Curiosamente, mesmo custando caro e utilizando 1 histórico por relações suspeitas de que podem vir a respingar na MB, a parceria utilizando os franceses ainda é, através reportagem, a menina dos olhos da MB.

Marinhas, Exércitos e Aeronáuticas de que pretendem se preservar atualizados tem por manter-se preparados a gastar cada vez mais recursos, não há volta!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *